Objetivismo criativo e modelagem ambiental para o aprender-fazer em Arquitetura e Urbanismo

FARIA, Gustavo Henrique Campos de;
Doutorando em Arquitetura pelo Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo (NPGAU)
da Universidade Federal de Minas Gerais.

camposgh@ufmg.br

SOUZA, Renato César Ferreira;
Ph.D. em Arquitetura pela The Sheffield University – UK,
Professor Associado da Escola de Arquitetura da Universidade Federal de Minas Gerais.

rcesarfs@gmail.com

Neste trabalho discutimos as práticas do aprender-fazer do projeto de arquitetura e urbanismo frente as epistemologias do século XX e XXI, com ênfase no racionalismo crítico, nas teorias da biologia do conhecimento e na complexidade. Trata-se de uma pesquisa exploratória em que se analisa como estudo de caso dois bimestres letivos de uma disciplina de projeto do curso de Arquitetura e Urbanismo, sendo 2021/1 em regime remoto com aulas síncronas e 2022/1 em regime presencial. O processo de projeto foi fundamentado na tomada de decisões para a geração de hipóteses projetuais e seus testes realizados a partir da concepção de modelos ambientais tridimensionais. Como conclusão, destaca-se que: muitos estudantes apresentaram soluções projetuais derivadas de hipóteses únicas, refletindo em seu processo criativo e no resultado dos trabalhos finais; a turma em regime remoto obteve maior rendimento, aprofundando as discussões em aula; e a limitação de conhecimento em ferramentas e software refletiu em trabalhos incompletos e/ou genéricos.

arquisur2022